MISSÃO

O Centro Alternativo de Tecnologia é uma entidade da organização da sociedade civil de interesse público, sem fim econômico, buscando alternativas no principio da sustentabilidade.

A sustentabilidade precisa ser ecologicamente correta, economicamente viável, socialmente justa, culturalmente diversa e aplica-se a um único empreendimento, a uma pequena comunidade até o planeta inteiro.

imagem-missao

ASSOCIAÇÃO

O Centro Alternativo de Tecnologia – CAT, é uma entidade da organização da sociedade civil de interesse público – OSCIP, sem fim econômico, situada no município de Caldas Novas no estado de Goiás, com objetivo de desenvolver tecnologias alternativas para sustentabilidade, programas de proteção e preservação ambiental e organizar sistemas de produção de equipamentos e materiais ambientalmente corretos.

DEPARTAMENTOS

Dep. – CET BAMBU – Departamento Centro de Estudos e Tecnologia de Bambu
Criado em setembro de 2012 com objetivo de desenvolver tecnologias sustentáveis para a produção de mudas de BAMBU, desenvolver técnicas de manejo e manutenção de plantas no campo e promover intercâmbio técnico-científico com instituições locais, nacionais e internacionais. Desde 2013 o CAT através do CET BAMBU participa na rede de pesquisa e desenvolvimento da cultura do bambu no Estado de Goiás – UFG-GO.

Dep. – DAE – Departamento de Água e Esgoto
Criado em setembro de 2012 com objetivo de proteção e preservação ambiental através de desenvolvimento de tecnologias sustentáveis para o tratamento de água e esgoto, especialmente o desenvolvimento de “jardins filtrantes” visando o desenvolvimento socioeconômico de uma região ou município. O departamento DAE atua na elaboração de projeto, execução e manutenção e operação destes sistemas.

ESGOTO

Preservar a natureza e oferecer melhores condições ambientais ao nosso planeta significa uma maior qualidade de vida para todos nós. É por isso o Sistema Zona de Raízes é empregado com sucesso na autopurificação natural de efluentes.

O processo consiste na despoluição da água através da implantação de juncos e bambu na área a ser tratada, pois várias destas espécies possuem grande capacidade de desenvolvimento nas condições de baixa oxigenação dos solos. Fornecendo oxigênio pela raiz, o junco ou bambu cria condições ideais para as bactérias, que se alimentam de matéria orgânica.

Ao contrário dos sistemas convencionais, este método faz com que os dejetos sejam quase que completamente processados e transformados em materiais inofensivos e até mesmo úteis para o desenvolvimento das plantas. Este processo é natural e não necessita energia externa. Respeita o equilíbrio ambiental, é simples, seguro, econômico e eficaz.

Sua aplicação é ampla e variada, e pode ser utilizada tanto para esgoto urbano quanto para industrias, curtumes, hospitais, moinhos, frigoríficos, laboratórios, entre outros.

O Sistema Zona de Raízes também pode ser adaptado ao tratamento do lodo, que sempre foi um problema para as estações convencionais.

Na Zona de Raízes, o lodo ativado se transforma em adubo de alta qualidade, fácil de secar, com ótima estrutura e baixo teor de umidade.

O dimensionamento da instalação em m³, será determinado por 4 fatores:

• Volume em m³/dia;
• Análises do efluente a ser tratada;
• Analises do solo;
• Exigências dos Órgãos do Meio Ambiente.

A instalação possui vida útil aproximada de 50 anos. O fator que limita este tempo é a saturação do solo com fosfatos, a presença de grande quantidade de metais pesados ou dejetos tóxicos. Nestes casos, o solo deverá ser removido e substituído com novos substratos, isto fará com que o tratamento esteja pronto para novos 50 anos.
O Sistema Zona de Raízes se auto-renova como os banhados comuns.

O tratamento de efluentes, Sistema Zona de Raízes, passa a funcionar a partir do primeiro dia de instalação.
Depois, quanto mais bem desenvolvido o junco ou bambu, maior a eficiência do tratamento.
Este sistema ainda possui a vantagem de manutenção simplificada. A mão-de-obra pode ser treinada em algumas semanas.

Mundialmente reconhecido em países como Alemanha, Austrália, EUA, Espanha, França, Inglaterra, Portugal, China e demais países, o tratamento de esgoto sistema Zona de Raízes, tras as principais vantangens a seguir:

• Elevada eficiência
• Esteticamente agradável
• Evita a presença de insetos e odores
• Economia de água com o reaproveitamento
• Manutenção simplificada
• Baixo custo operacional

PROJETOS

Conheça abaixo alguns dos projetos executados pela equipe do CAT

  • Todos
  • Tratamento de Água
  • Tratamento de Esgoto
  • Anglo American
  • Anglo American
  • Anglo American
Anglo American
Anglo American

- Tratamento de Esgoto Sistema Zona de Raizes, instalado em uma área de 400 m², com pré-tratamento de fossa séptica e para o lavajato caixa de areia e seperador de

CONHEÇA O PROJETO
  • Clube Ecologic Park
  • Clube Ecologic Park
  • Clube Ecologic Park
  • Clube Ecologic Park
Clube Ecologic Park
Clube Ecologic Park

- Tratamento de Esgoto Sistema Zona de Raizes, instalado em uma área de 600 m², com pré-tratamento de fossa séptica e filtro biológico, funcionando deste 2003. Atende o Complexo de

CONHEÇA O PROJETO
  • Clube Lagoa Quente
  • Clube Lagoa Quente
  • Clube Lagoa Quente
  • Clube Lagoa Quente
Clube Lagoa Quente
Clube Lagoa Quente

TRATAMENTO DE ESGOTO Sistema Zona de Raízes instalado em uma área de 900 m², funcionando deste 2007. Solucionar o problema dos esgotos do clube, visando uma maior integração com a

CONHEÇA O PROJETO

ENTRE EM CONTATO